Mais Notícias

Chapecó é a terceira cidade do estado que mais registrou casos de homicídio em 2019

 

Atrás apenas de Florianópolis e Joinville, a capital do Oeste aparece em terceiro lugar entre as cidades que registraram maior número de homicídios, em 2019. No ano passado, Chapecó registrou 35 assassinatos. Em contrapartida, a Polícia Civil informou que o índice de resolutividade desse tipo de crime tem sido de 100%, com todos os autores identificados. A informação foi divulgada pelo delegado regional da Polícia Civil, Ricardo Newton Casagrande e o delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC), Vagner Papini.


Segundo os delegados, o trabalho de identificação e prisões dos criminosos, contribui para manter o número de homicídios sem crescimentos exorbitantes. Casagrande disse que em relação há 2018 houve o aumento de quatro homicídios.


“Em números, ele é pequeno, não temos um número alarmante. Em 2018 foram 31, no ano passado 35, tivemos um acréscimo de quatro (homicídios)”, informou.


O delegado regional também destacou que dos 35 casos registrados em 2019, todos já possuem autoria definida. “Nem todos os inquéritos estão concluídos, mas em todos eles – todos os homicídios que ocorreram , manteve-se a autoria conhecida”, explicou.


Para o delegado Papini, é um ponto favorável para Chapecó o fato de a polícia possuir todos os homicídios esclarecidos. “O objetivo disso é realmente enaltecer o trabalho da Polícia Civil, pois, apesar de estar como a terceira cidade com o maior número de homicídio, a resolução está  muito acima de outros locais, que estão na décima quinta posição”.  


Principal motivação


Conforme levantamento da Polícia Civil, a principal motivação dos homicídios, em 2019, foram desavenças pessoais, entre vítimas e autores. O delegado Papini informou que a maioria dos homicídios se relacionam com desavenças antigas. “A pessoa vai guardando sentimento ruim e acaba – por fim – praticando uma vingança. Há também crime relacionado com organizações criminosas – PGC versus PCC. Há ainda crimes relacionados ao tráfico de drogas”, disse.


Difícil de evitar


Para o delegado regional, esse é um crime difícil de evitar. “A nossa função é o pós-crime e a Polícia Civil tem se destacado na resolutividade. Infelizmente o homicídio é um crime mais difícil de evitar, mas temos dentro da Polícia Civil essa resolutividade de 100% já mantida por três anos seguidos”, destacou.


Casagrande ainda salienta que a polícia faz a sua parte para evitar que o número de casos aumente. “Pela parte da Polícia Civil nós temos solucionado os caso, todas as prisões que são representadas nos autos do inquérito são concedida e as pessoas são presas, salvo quem está foragido. Então, quer dizer, que a polícia tem feito à parte dela, mas é um crime que é difícil a prevenção, tem essa dificuldade, mas não é a falta de punição ou de identificação dos criminosos”, pontua.

Situações que podem gerar casos de homicídios


Casagrande comentou sobre uma briga generalizada que aconteceu em frente a uma casa de show do centro, no fim de semana, que poderia ter como resultado casos de homicídios, pelo contexto violento, onde  pessoas se agrediam com madeira, cano e  chutes. Também pelas agressões feitas por duas, três ou mais pessoas contra outra que estava caída no chão.  Apesar da repercussão que ocorreu devido à divulgação do vídeo da briga e pelo número de pessoas envolvidas, o delegado informou que ninguém procurou a Polícia Civil para fazer o registro.


Oeste é uma das regiões mais seguras


O delegado regional destacou, que apesar de ser a terceira cidade que mais registrou homicídios,  Chapecó não pode ser considerada violenta, já que em outros tipos de crimes o índice não é tão alto. Além disso, acrescentou que Santa Catarina é considerado um dos estados mais seguros do país e que o Oeste é considerada uma das regiões mais seguras do estado. “Em tese, nós estamos em uma das regiões mais seguras do país”, finalizou Casagrande.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir esta notícia
Please reload

Apoio Cultural
Logo Linhares fundo vermelho II.png
Please reload

CATEGORIAS
Some elements on this page did not load. Refresh your site & try again.

  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • White Instagram Icon

Mantenedora: Associação Comunitária e Cultural São Lourenço

Rádio Estação FM: Canal 285 – ZYV227 – 104,9 MHz

Rua Pedro Álvares Cabral, 160- 2º andar. Bairro Brasília.

São Lourenço do Oeste - SC 

(49) 3344-0104