Mais Notícias

SC busca soluções para Rota do Milho e recolhimento de carcaças nas propriedades rurais

11/07/2019

Autoria:

 

Na busca constante de melhorias e garantias para que o agronegócio catarinense continue sendo referência para o Brasil e para o mundo, a vice-governadora Daniela Reinehr e o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa, participaram nesta quarta-feira (10), em Brasília, de audiência com o ministro em exercício da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes, e com o secretário adjunto de Defesa Agropecuária, Fernando Mendes. A principal demanda do encontro foi o destino das carcaças de animais não abatidos nas propriedades rurais e a Rota do Milho.

 

“Foi uma reunião muito importante e produtiva. Saímos com os encaminhamentos que precisamos na agricultura em Santa Catarina. Nosso modelo de agronegócio tem resultados excelentes e precisamos manter. Estamos unindo forças e o secretário Ricardo de Gouvêa também não tem medido esforços para atender as demandas do setor. Tenho certeza de que com o apoio do Governo Federal, fortaleceremos ainda mais o agronegócio”, ressalta a vice-governadora Daniela Reinehr.

 

Projeto

 

O pedido do Governo do Estado é para que o Mapa crie normas e certifique as empresas que recolhem os animais para que possam exportar as farinhas e outros produtos vindos do processamento das carcaças. Isso daria viabilidade econômica para o Projeto Piloto de Recolhimento de Animais Mortos em Santa Catarina continuar em funcionamento, servindo de modelo até mesmo para outros estados. 

 

O recolhimento das carcaças nas propriedades rurais é uma ferramenta importante não só para a manutenção do patrimônio sanitário estadual e nacional, mas também reduz significativamente os impactos no meio ambiente. Lembrando que a maioria desses animais morre por causas naturais.

 

“Durante a reunião, a equipe do Ministério da Agricultura nos informou que acontecerá uma consulta pública sobre o assunto. Porém como este é um trabalho que já foi muito discutido, o Governo Federal tentará atender o mais rápido possível, criando uma normativa para Santa Catarina”, explica o secretário da Agricultura Ricardo de Gouvêa.

 

Rota do Milho

 

As melhorias na aduana de Dionísio Cerqueira para implementação da Rota do Milho também estiveram na pauta do encontro. A vice-governadora Daniela Reinehr e o secretário da Agricultura Ricardo de Gouvêa apresentaram os principais gargalos para que as operações se concretizem: a inspeção sanitária na entrada dos produtos no Brasil e o controle da aduana. 

 

Com a implantação da Rota do Milho, o agronegócio de Santa Catarina poderá ser abastecido com os grãos produzidos no Paraguai, com os caminhões passando pela Argentina e chegando ao Estado pela aduana de Dionísio Cerqueira. 

 

“Tivemos bons resultados. A presença da vice-governadora, que tem sido uma grande parceira do agronegócio catarinense, também foi muito importante. Esta não é a primeira vez que trazemos as demandas do setor para o Ministério da Agricultura, para tratarmos diretamente com quem pode nos ajudar a manter a força da agropecuária catarinense”, ressalta o secretário da Agricultura.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curtir esta notícia
Please reload

Apoio Cultural
Logo Linhares fundo vermelho II.png
Please reload

CATEGORIAS
Some elements on this page did not load. Refresh your site & try again.

  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • White Instagram Icon

Mantenedora: Associação Comunitária e Cultural São Lourenço

Rádio Estação FM: Canal 285 – ZYV227 – 104,9 MHz

Rua Pedro Álvares Cabral, 160- 2º andar. Bairro Brasília.

São Lourenço do Oeste - SC 

(49) 3344-0104